23 de dezembro de 2007

MORRO DA LUZ

Falta de segurança prejudica visitação

População e visitantes com a falta de segurança acabam deixando de visitar as trilhas e praças do Morro da Luz que, até algum tempo, era muito procurado por famílias.

VIVIANE PETROLI
Especial para o Jornal Circuito Mato Grosso

Localizado no centro de Cuiabá, o Morro da Luz é um dos pontos turísticos da cidade onde o verde e as trilhas são um ótimo atrativo para moradores e visitantes da capital, mas ultimamente anda abandonado, sem iluminação e sem segurança.


De acordo com a Assessoria de Imprensa da Secretária Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano (Smades) no dia 26 de agosto ocorreu a revitalização e restauração do local com a participação da Rede Cemat, Escola Estadual Nilo Póvoas, da Secretária Municipal de Infra-Estrutura e Profeap (Programa de Formação de Educadores e Educadoras Ambientais do Pantanal). Neste mutirão participaram cerca de 200 voluntários que realizaram limpeza e iluminação do local, além do plantio de mudas de plantas nativas.


A Smades ainda disse que agentes fiscais de trânsito e Polícia Militar estariam realizando uma operação conjunta de fiscalização no local e em outros pontos da cidade, uma vez por semana, desde o mês de novembro. Os procedimentos vão desde observação de estacionamentos irregulares em calçadas, mão duplas, vagas para idosos, pessoas com algum tipo de deficiência, motoqueiros sem capacetes.

Mas a pergunta é: e dentro do Morro da Luz como anda a segurança?
A reportagem do Jornal Circuito Mato Grosso foi até o local e pode constatar que não há segurança no local. O mesmo se encontra em extremo abandono com placas pichadas, cestos de lixo amassados e sujeira.


Conforme relatório da Secretária de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) no ano de 2006 ocorreram, nas proximidades do Morro da Luz, 32 furtos e 14 roubos. Já em 2007, entre os meses de janeiro e outubro foram 23 furtos e 11 roubos.

Praças e trilhas
O Morro da Luz que, desde dezembro de 1999, passou a receber visitantes após a sua primeira revitalização, conta hoje com 10 pequenas trilhas e cinco praças, batizadas com os nomes de personalidades que fizeram a história da capital mato-grossense.


As 10 praças receberam os nomes de Maria Taquara, Tufica, Plínio Ralt, Chico Alicate, Maria Perna Grossa, Michidinha, Juvenal Capador, Hélio Goiaba, Guaporé e General Saco. Já as praças possuem os nomes de Antônio João Cuíca, Zé Bolo Flô, Cobra Fumando e Preta.

Projeto Trilhas Urbanas
O Projeto Trilhas Urbanas é um programa de educação ambiental do Centro de Educação Ambiental Municipal (CEAM) no qual, segundo o coordenador João Carlos Gomes, serve para levar a população à “utilização dos espaços urbanos municipais relacionados à natureza e à cultura”.


São atividades desenvolvidas entre a CEAM e a Smades para levar crianças e adultos à visitarem pontos da cidade como o Morro da Luz, Aquário Municipal, Parque Tia Nair e Horto Florestal.

Para este projeto a Smades disponibiliza: eco-móvel para transportar o público (ônibus), um motorista, sete pessoas para o serviço de segurança e dois animadores pedagógicos.

Até o momento 488 pessoas já participaram do projeto, entre eles APAE-MT, Instituto Pestalozzi, AACC-MT, Escola Nilo Povoas, Escola Rodolfo Augusto, Colégio São Gonçalo, Escola Barão de Melgaço e Instituto dos Cegos.

“Estamos com um projeto para o Morro da Luz, o Projeto Mão Negra no Morro, onde pretendemos subir no local com artistas e população para desenvolver atividades com fragmentos do morro, como escrever poesias a partir das feitas por grandes poetas de Cuiabá, realizar trabalhos de artes plásticas. Após conseguirmos isto, queremos realizar atividades uma vez por mês no Morro da Luz, de preferência na Praça Zé Bolo Flô para revitalizar o local”, conta João Carlos Gomes.

2 comentários:

Rhayanne disse...

preciso fazer um projeto no morro da luz como faço para poder ter uma pessoa ,ou seja um turista para poder nos aconpanhar durante a nossa pesquisa...pois hoje em dia o morro da luz e um lugar turistico de ciaba so que no momento estar perigosso ou seja estar acontecendo muita maladragem:furto,assalto etc.etc..
e somos somente mulheres...
gotaria de uma informação sobre isso.
como faço pra conseguir um turista
ou ate entao qualquer informçao sera muito bem vinda...

♫ Débora ♫ disse...

Oi Rhayanne, sou estudante de turismo em cuiabá, e quero desenvolver minha monografia sobre o Morro da Luz... Gostaria de manter contato, para podermos discutir sobre o assunto.
Atc.
Débora.